english español français nederlands português italiano
International Federation for Spina Bifida and Hydrocephalus
página inicial search mapa do site contactos disclaimer
International Federation for Spina Bifida and Hydrocephalus - Homepage

Lidar com a incontinência

Alergia ao Latex

Escaras de pressão

Mobilidade

Prevenção de Defeitos do Tubo Neural

Informação para futuros pais

Vivendo com Spina Bifida: Testemunhos

Panfletos para adolescentes com Spina Bifida

 

Spina Bifida

Introdução

 A Spina Bifida é uma malformação da coluna vertebral  resultante de um defeito na formação das vértebras, ocasionando uma fenda que causa danos ao sistema nervoso central. Para o ajudar a compreender melhor a situação é útil explicar a estrutura do sistema nervoso.

O Sistema Nervoso Central
O sistema nervoso central e a coluna desenvolvem-se entre o 14º e o 28º dia após a concepção. A Spina Bifida resulta de um defeito no desenvolvimento do tubo neural. As vértebras afectadas têm um defeito posterior de modo que o anel ósseo não cerca completamente a spinal medula. Isto deixa uma abertura de modo que, em vez do braço posterior ser inteiro ele seja dividido – isto é bífido. Este problema pode ocorrer numa ou mais vértebras sendo mais comum ao nível da cintura.

O sistema nervoso central é formado pelo cérebro e pela spinal medula. Todas as actividades do corpo são controladas pelo cérebro que faz a recolha das informações vindas quer do ambiente externo, quer do interior do corpo, a sua armazenagem e, por fim, a sua análise. Posteriormente dá as respostas adequadas às sensações que registou em primeiro lugar. As mensagens do cérebro são levadas às diferentes partes do corpo pelos nervos passando pela spinal medula que passa pelo centro da coluna vertebral. Este sistema de comunicação do corpo é muito importante e necessita de protecção.

A Coluna Vertebral
A coluna vertebral é composta por 33 ossos ou vértebras, que têm duas funções principais: proteger a spinal medula e dar apoio aos músculos.

Da Spinal Medula saem as raízes nervosas que, por sua vez, se vão organizar em nervos, responsáveis pela transmissão da informação de e para o cérebro.


Tipos  de  Spina  Bífida
Spina Bífida Oculta
Spina Bífida Cistica

Spina Bífida Oculta

Este é um tipo muito comum e que raramente causa deficiência. Existe uma formação ligeiramente deficiente de uma das vértebras.

Pode ter algumas manifestações externas como por exemplo uma cova ou um tufo de pêlos nas costas.

Como habitualmente não há sintomatologia, muitas pessoas desconhecem ter Spina Bífida Oculta.

A Spina Bífida Oculta pode ser detectada por raio X quando, por acaso, se faz um exame radiologico por qualquer outra razão. Nestes casos pode ser extremamente assustador ser diagnosticada Spina Bífida mas deve-se salientar que deste tipo de Spina Bífida normalmente não advém quaisquer problemas ou sintomas.

Spina Bífida Cistica

Os sinais visíveis são uma "bolsa" ou quisto na região dorsal coberta por uma fina camada de pele.

Existem dois tipos de spina bifida cistica:
Meningocelo
Mielomeningocelo

Meningocelo
Neste tipo de Spina Bifida, a bolsa contem tecidos que cobrem a spinal medula (meninges) e liquido cefaloraquidiano. Este liquido banha e protege o cérebro e a spinal medula. As raízes nervosas não estão geralmente muito lesados e estão aptos a funcionar, por isso normalmente, existem muito poucos sinais de deficiência. É a forma menos comum.

Mielomeningocelo
O Mielomeningocelo é o mais grave e comum dos dois tipos de Spina Bifida Cistica. Neste caso a bolsa contem, para além de tecido e liquido cefaloraquidiano, também raizes nervosas e parte da spinal medula. A spinal medula está lesionada ou não totalmente desenvolvida. Como resultado existe sempre alguma paralisia ou perda de sensibilidade abaixo da região lesada e problemas de incontinência quer da bexiga ou quer dos intestinos. A gravidade da deficiência depende da localização da malformação e da quantidade de raízes nervosas danificadas. Muitas pessoas têm problemas de incontinência devido a danos causados nos nervos que vão do fim da spinal medula para a bexiga ou para os intestinos

subscreva a nossa
folha informativa

 

 

IF Neurosurgery

Flour Fortification Initiative

Council of Europe

Include Everybody

European Year of Intercultural Dialogue

IFSBH Annual Report 2007

Global Partnership for Disability and Development

Folsaeure

International Disability and Development Consortium